Aquele amor ingrato

Quando se foi, senti falta.

Quando me esqueceu,chorei.

Quando te vi com outro amor, pensei:

Quem dera fosse eu, que tivesse outro amor.

Mas não amarei nunca mais.

Prender meu coraçao pra sofrer?

Não mais.

Como diz certa música:

“Um amor em cada porto.”

Isso eu teria sem culpa!

 

By:Raissa Muniz

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s