Sua História

554622-1280x800-Lovers

Todos os dias pessoas passam pela sua vida, mas raramente você sente que vale a pena.

Está esperando demais pra viver grandes histórias, enquanto pequenos momentos esperam por sua coragem.

Junte quantos “pequenos momentos” você julgou não valer a pena, por medo de se arriscar. Se juntar cada um desses momentos, verá que perdeu pequenos capítulos de uma história incrível… A sua!

Não tenha medo. Construa uma grande história, não espere que os outros te entreguem o roteiro que você deve viver.

R. Muniz

Anúncios

Vassalo

vassalo

Pouco fazemos dieta

Muito falamos, é a bola da vez

Mas no amor não vivemos de merreca

Pouco importa agora o que eu fiz, o que cê fez

Foi pouco tempo, o fim foi duro

Pouco caso, muito cinismo

Me diz agora, qual foi seu lucro?

Era seu objetivo, tipo onda de capitalismo

Te jurei fidelidade como um vassalo

Com superioridade me dominou

Meu benefício era amá-lo

De um grande precipício me derrubou

Era um nobre cavalheiro, só no meu sonho

Gentil, amigável, pura nobreza

Ao seus caprichos e vontade me exponho

Sarcasmo e egoísmo são a sua natureza.

 

R. Muniz

Mal Necessário

andando-sozinha

Sempre foi difícil, nunca pensei que seria fácil. Tantas idas e vindas sem muitas mudanças. Tornou-se um ciclo vicioso, e como todo vício, tornou-se necessário. Uma necessidade incontrolável, um vício irresistível, que o passar do tempo só aumentou.

Dizem que o tempo traz consigo a experiencia, e com a experiencia se aprende a viver, torna-se mais sábio. Mas não foi assim no meu caso, não com você. Pois nós nunca fomos verdade, também não fomos mentira; fomos uma série de desencontros, e no fim eu sempre estive só. Apenas eu, e nunca houve ‘nós’ quando precisei.

Eu precisei de um apoio, de um abraço, um beijo, precisei que você ficasse pra me segurar pela mão e caminhar comigo. Seria uma longa estrada e um caminho seguro. Agora tem sido ainda mais difícil, a estrada está mais tortuosa e o caminho mais escuro a medida que sigo sozinha.

Estou seguindo sozinha porque muitas pessoas passam por mim, mas neste caminho tão escuro não consigo olhar nos olhos de ninguém, e ninguém me olha, ninguém nota o quanto necessito, ninguém me dá a mão e nenhum ser é capaz de me dá segurança.

Esse mal nunca deixou de ser necessário, ninguém me faz esquecer a dor e o bem que me fez, pra que eu possa seguir firme. Nenhum tropeço me fortaleceu e todo esse tempo não me tornou mais sábia.

Só estou mais presa a você , o que me mata e me atrai. Um vício, uma necessidade, me faz mal e eu sigo em busca da cura. Todo mal tem o bem pra combater, então o mal que me faz há de ser sanado – um dia.

R. Muniz

Quebrar Os Padrões

issa blog
De tempos em tempos você para e pensa no que tá fazendo da vida. Parece que estamos constantemente querendo encontrar um sentido, uma razão. Nada demais né? É natural querer saber o rumo que tá tomando, ter segurança no que vai fazer, nas decisões…
Mas o grande problema hoje, é que estamos constantemente tentando encontrar sentido e razão pra amar. Paramos de amar pelo que o amor é. Queremos amar com objetivo, com segurança, com a razão. (tenho tentado fazer isso, não nego) Quer saber? Isso não funciona no amor, nos relacionamentos. Não deveria haver motivo pra gostar, pra sentir saudade, pra dizer “você faz falta aqui”.
O sentimento e a razão estão em uma luta intensa e constante dentro de mim, e quem sempre perde sou eu.
Estamos sempre pensando no que a sociedade tem nos imposto, e levamos essa preocupação pros relacionamentos. Já parou pra pensar nos grandes romances? Já parou pra olhar aquele casal super apaixonado que passa na sua rua? Eles são o tipo padrão da sociedade? Não né!? É que eles simplesmente amam, e estão se lixando pro que você vai pensar. Os felizes e apaixonados não se preocupam em seguir padrões, afinal, eles amam. Apenas.
Não se trata de uma troca de interesses e benefícios(isso você procura em um emprego). Se trata de trocar carinho, confidência, sentimento, cuidado, amor. É mais do que o dinheiro pode comprar. É mais do que pontos em comum. É mais do que aquela velha desculpa de que “vocês não tem nada a ver”.
É amar, é viver uma grande história. É arriscar. É sorrir ao lado da pessoa. É ter assunto sei lá de onde. É aceitar os pensamentos do outro, mesmo que não o entenda. É pedir pra ficar quando se quer partir. É lutar contra tudo em favor do que sente.
Não, não é nada disso. Isso também é padrão.
Raissa Muniz

Ilusões Incapazes

Sent.

A cada dia que passa, me surpreende um pouco mais essa incapacidade que as pessoas tem de falar a verdade. Seja ela positiva ou negativa.

Seja o que for, me diga a verdade. Ninguém é obrigado a gostar de ninguém. E você não é. Não é obrigado a gostar de mim, então não finja que gosta. Você não faz ideia das paranoias que crio na cabeça por sua causa. Você não sabe o quanto meu coração bateu forte quando você disse gostar de mim. Então, qual o seu problema? Qual o meu problema?
Será que o problema é seu? Essa mania absurda que você tem de olhar nos olhos de alguém dizer que o sorriso te cativa e que você conta os dias pra vê-la?
Ou vai dizer que o problema todo sou eu?
Eu interpretei errado seu olhar, seu sorriso e até suas palavras?
Eu sou iludida no pleno sentido da palavra?
Eu não sei qual o problema, e definitivamente, nesse momento eu nem tô raciocinando direito.
Eu só queria conversar com você por mais de dois minutos e saber se tô perdendo meu tempo pensando em ti. Por que sinceramente, eu não pretendo ir contra tudo que acredito por alguém que que não irá a um quilômetro segurando a minha mão.
R. Muniz

Espera

issa

Na fila do banco

No caixa do supermercado

No guichê pra pagar conta

O sistema tá lento?

A operadora de caixa é novata?

Ou minha paciência que tá esgotada?

Aquele tio que ficou de vir pro almoço de domingo

No banco da praça esperando o amigo pra tomar um café

A turma que marcou um rolê

As pessoas estão sempre atrasadas?

Ou eu que sou adiantada?

O dia em que você disse que viria

O “até logo” que falamos (e não foi logo)

A espera por seu “oi, estou de volta!”

São muitos dias que passam?

Os meses estão rápidos e lentos ao mesmo tempo?

Minhas expectativas são muito frustradas?

Ou será meu coração desesperado?

R. Muniz

Jamais Apaixonável

blog raissa

Queria ter uma única razão

Saber se algum dia poderia

Viver contigo uma paixão

Uma sensação nobre sentiria

Este ser carnal e mesquinho

Cheio de anseios, vontades

Mas tem um quê de carinho

Dando de si mera metade

Fantasia de ser tão real

Em meu sonho te vejo assim:

Impuro, ao mesmo tempo leal

Tirando sempre o que quer de mim

Desejo profundo, inigualável

Sinto de forma estranha, irreal

Sabendo que não és um ser apaixonável

Nem tampouco ideal.