Juventude

 

juventude issa

Sou um pecador mas me sinto puro

Que nem a estrela que só brilha no escuro

Não sou ator que com sua arte ganha fama

Sou a pérola suja que a tarde se encontra na lama

Olhem os acertos de quem as vezes erra

Porque culpa a gente se vocês promovem a guerra?

A incerteza bate forte a gente anda chutando lata

Sua certeza é nossa morte a cada dia você me mata

Emprego que não quero

Sonhos que não espero

Tenho um caminho para percorrer

Correr de carro ou a pé correr

Sentir o vento da liberdade

O que dentro do peito arde

Quando se tem muita paixão

É difícil ter o pé no chão

Leva o tempo todo em sonhar

Mas com tanto imã te puxando é difícil voar

Na luta contra um desejo insano

O que há entre o santo e o profano

Brilha uma vida no sorriso

Alegria plena ou só riso

Olha nos olhos de quem tem uma vida

E saiba decifrar sonhos que até Deus duvida.

R. Muniz e D. Ávila

Anúncios