A Dor Do Amor

blog raissaQuanto mais amor mais dor

O amor pra ser intenso tem que doer

Então, meu bem, não tenha medo de sofrer

Não se negue a amar

Eu nunca me privei do amor

Nunca tive medo da dor

Se sofri muito?

Claro!

Mas não me arrependo de ter amado intensamente

De me dado por completo

O amor compensa

A paixão vale qualquer lágrima.

Raissa Muniz

Anúncios

Perdida Dentro De Mim

11É, hoje foi um dia bom..

Não, eu não fiz algo que mudou o mundo.

Eu não seria capaz de mudar o mundo

Mas creio que mudei um pouquinho do que sinto

Esqueça o que disse agora.

O que sinto não é reconhecido nem por mim

Quando digo que mudei o que sinto

Na verdade é por que quero 

me entender e mudar tudo

Não terei palavras,

Tenho andado tão estranha 

que não sei como escrever ou o que escrever

Queria algo inspirador

Algo motivador

Algo que demonstrasse um sentimento qualquer.

Mas às vezes penso que tudo é perda de tempo…

Entenda se for capaz.! 

 

 

Raissa Muniz

Minhas Palavras Se Esgotaram

imagesFalo muito, eu sei!

Mas ainda assim não sou boa em falar, não sei como,

só não consigo expressar em palavras faladas o que sinto de verdade,

em toda intensidade do sentir.

Por isso escrevo…quando estou com papel e caneta em mãos parece que tudo flui, 

nada trava, as palavras saem facilmente. 

Às vezes penso em escrever tudo, 

e então ler quando por meio da fala, 

não mais conseguir expressar meus sentimentos.

Mas temo que ache isso mecânico, ou que julgue falso o que sinto!

Mas o que importa mesmo é que sinto.

E se não consigo falar, escrevo.

Um dia, quem sabe, você poderá ler todas as palavras que escrevo,

e descobrir a intensidade real do que eu sentia 

quando não conseguia dizer nada além de um simples e sussurrado… 

EU TE AMO!

By: Raissa Muniz

As Lembranças

.....Quais são as piores?

Lembrar das brigas

Dos defeitos

Dos medos.

Me faz sofrer lembrar do mal que me fez.

Me faz sofrer ainda mais lembrar do bem.

Do cheiro

Do beijo

Dos versos

Das fotos

Desenhos de mim que tu fizeste

Das músicas compartilhadas…

Mas é estralho como o tempo passa

e o que era tão forte,

hoje não é nada.

Quase não lembro da sua voz,

Do seu cheiro

Do seu gosto.

Sua Lembrança se torna cada vez mais vaga em mim.

Será que um dia serei capaz de esquecer 

até mesmo seu rosto?

Raissa Muniz

Palavras ao Vento

palavras ao ventoQuais as palavras mais ditas no decorrer de nossas vidas?

Um “eu te amo” em meio a sorrisos..

“Estou com saudade” ao chorar pela falta de alguém.

Posso usar as palavras mais ditas. 

Não importa!

Você pode já tê-las ouvido,

mas serão as minhas palavras.

Serão a expressão do meu sentimento.

Nunca duvide disso!

Não me faça jogar palavras ao vento.

 

Raissa Muniz

O Nada

Foto1892Sabe aquele momento em que quer escrever

mas não sabe o quê?

Escutar musica pra inspirar sempre funcionou.

Conversar com alguém que quer desabafar parece bom.

Agora, de que me adianta escrever sobre algo que eu não sinto?

“Escrever sobre sentimento alheio pode parecer um tanto impróprio”,

vocês podem pensar. 

Eu tenho que escrever. 

Escrever sobre os outros ou sobre mim.

Já escrevi sobre muita coisa.

Sobre amar 

Sobre não amar

Sobre felicidade e tristeza.

Já falei sobre sentir e sobre não sentir.

E já ouvi alguém me dizer pra dar “um tempo” pro meu pensamento.

Pra quê? 

Será que seria a solução?

Vou continuar escrevendo.

Sobre tudo.

Sobre todos os sentimentos possíveis.

Os meus e os seus…

Vou continuar pensando e escrevendo

Mesmo que seja sobre simplesmente nada! 

Raissa Muniz

Sentir Ou Não Sentir… Eis o Que Está Escrito!

sentirDe repente comecei a pensar;

A pensar profundamente

Mas os pensamentos são vagos,

Estranhos.

Estou agora pensando em tudo

e em nada ao mesmo tempo.

Sinto o coração leve e 

Também pesado.

Sinto extremos!

Me sinto Presa dentro de mim.

Tudo como um misto.

Vejo flores e raios de sol

ao olhar pra minha parede pintada de branco.

Mas tudo fica escuro,

Frio.

E as flores secam…

Meus olhos pesam,

Minhas costas doem como se

carregasse o mundo sozinha.

Minha mão quente segura a caneta

Que corre pelo papel

sem nenhum propósito.

Apenas corre…

Escrevendo palavras sem sentido algum,

que ao ler, vejo que falam de 

sentimentos nunca vividos.

Pareço esquecer o que era sentir.

Ou sinto, sinto tudo ao mesmo tempo.

Confuso.

Se isso é ser insano,

Que seja!

Se isso não é ser poeta,

O que é, então?

Raissa Muniz